Aconteceu ontem (23/08) o evento “Integração de Mídias”, primeiro de uma Série de Eventos da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio

“Já foi o tempo em que a mensagem ao público-alvo – qualquer que fosse ele, mesmo do agronegócio – poderia ser feita apenas com um anúncio no Fantástico ou páginas duplas na revista Veja, dois dos mais valorizados veículos de comunicação do país. Nos tempos atuais, as empresas podem fazer ações de mídia que impactam milhões de pessoas, mas não atingem quem realmente precisa”. A afirmação é de Luiz Villar, diretor da CasaDigital, palestrante do primeira edição do projeto Série de Eventos da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA): Integração de Mídias, realizado no dia 23 de agosto, em São Paulo.

Falando para uma atenta plateia de mais de 60 profissionais de mídia, comunicação e marketing e empresários do agronegócio, Villar enfatizou mais de uma vez que há várias e importantes mídias a ser utilizadas. “Quais escolher? A estratégia e os objetivos da ação vão determinar. Porém, é essencial definir a mensagem que se deseja passar”.

Luiz Villar traçou um panorama atual do uso do big data na comunicação e no marketing, ressaltando que todos nós, consumidores do mundo urbano ou rural, estamos sendo vigiados o tempo todo. “Não se iluda. Há muitas empresas sabendo quem você é, o que gosta, suas reações, seus sonhos de consumo”.

É exatamente para aproveitar essa diversidade de ferramentas de comunicação, suas diferentes formas e conteúdos e múltiplos agentes que a CitrusBR, entidade que reúne os fabricantes de sucos cítricos e defende a cadeia produtiva, iniciou há três anos um projeto de comunicação que está mudando radicalmente a maneira como a entidade se relaciona com o seu mercado-alvo: produtores, consultores, consumidores, academia, imprensa e varejo.

Sob o comando do diretor executivo Ibiapaba Netto, também diretor da ABMRA, a estratégia integra várias mídias em um projeto amplo e diversificado. A CitrusBR utiliza assessoria de imprensa para grandes anúncios em veículos relevantes; criou uma revista para se relacionar com o mercado de maneira transparente; definiu uma programação de vídeos (webseries) de diferentes formatos para contar histórias e discutir mitos e verdades sobre o suco de laranja; montou grupos de Whatsapp para fazer chegar as mensagens no alvo desejado; usa o Facebook para repercutir, informar e integrar; e está presente nos principais eventos da cadeia da laranja. Para fechar o pacote de comunicação, todo esse conteúdo está disponível no site da entidade.

Os resultados são colhidos em números de compartilhamentos, views e feedbacks. O fato é que com essa estratégia feita em casa a CitrusBR se relaciona com cerca de 95% dos produtores de laranja do país.

“Um fator em especial define o nosso projeto de comunicação: a humanização. A história é contada especialmente pelos produtores que, efetivamente, representam essa importante cadeia produtiva”, informa Ibiapaba.

O evento “Integração de Mídias” foi o primeiro de uma Série de Eventos da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA). Para o presidente Jorge Espanha, essa iniciativa é extremamente positiva para troca de ideias e discutição dos temas mais relevantes do mundo do marketing e da comunicação do agronegócio. “A comunicação é dinâmica. As exigências do mercado mudam, há novas ferramentas disponíveis. O agronegócio tem muita responsabilidade, até porque representa 1/3 da economia do país. Somos líderes em várias atividades agrícolas e em carne e precisamos trabalhar sempre para reforçar nossas marcas. Assim, temos de estar conectados a todas as possibilidades de comunicação on e off-line, papel da ABMRA”, ressalta Espanha.