O que muda em tempos de instabilidade?

Durante o 1º Comitê das Agências de 2016 promovido pela ABMR&A, foram debatidos os principais desafios para as agências e profissionais de comunicação diante do cenário econômico atual. Entre as agências presentes estavam a RV Mondel, Blui Hive, GTEC, Encruzilhadas Filmes, E21 e Texto Assessoria.

Além de cases de empresas que tem crescido mesmo num cenário pouco favorável, as agências também trocaram experiências sobre como estão trabalhando para superar este momento em que muitas empresas encolhem investimentos e se tornam mais cautelosas. Ao contrário, Ricardo Nicodemos, diretor de pesquisa da ABMR&A, afirmou que é preciso ser mais estratégico e assertivo e ressaltou que existe uma crise além de política e econômica também endêmica e que é preciso não ter medo: “Enquanto você está se lamentando, alguém está se preparando. Não deixe de investir ou alguém vai tomar seu lugar”, afirmou.

Nicodemos também frisou que o agronegócio é o setor que tem se destacado e se sobressaído durante a crise, sendo o principal condutor da economia atual do país, e que é um setor com muito potencial de crescimento principalmente no que diz respeito a um maior desenvolvimento da comunicação e marketing. No encontro a ABMR&A também apresentou às agências as principais pautas para o ano estabelecidas pela nova diretoria, que iniciou o mandato no começo deste ano. Entre os temas destaques estão campanhas de valorização das agências associadas à ABMR&A, avaliação do mercado e a pesquisa de hábitos do consumidor, que também é desenvolvida pela associação.