Vacinação contra febre aftosa é prorrogada até 15 de junho devido às paralisações

30 de maio de 2018

Devido à paralisação dos caminhoneiros, haverá prorrogação da vacinação contra febre aftosa no Brasil até o dia 15 de junho de 2018.

A data limite para informar a vacinação também foi prorrogada, sendo agora o dia 22 de junho de 2018. De acordo com a Resolução, a prorrogação considera “a recente paralisação nacional dos caminhoneiros e transportadores de cargas, que dificulta para o produtor rural a aquisição de vacinas contra a Febre Aftosa, bem como a vacinação do rebanho e o respectivo registro da vacinação”.

A vacinação contra a febre aftosa é obrigatória. Deixar de vacinar ou comprovar a vacinação dentro do prazo sujeita o criador a multas de 5 Ufesps (R$ 128,50) por cabeça por deixar de vacinar, e 3Ufesps (R$ 77,10) por cabeça por deixar de comunicar. O valor de cada Ufesp – Unidade Fiscal do Estado de São Paulo é R$ 25,70.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

últimas notícias

Lula e o agro

Lula e o agro

Dificilmente haverá retrocessos com a volta do petista, pois cadeias produtivas criaram dinâmicas menos dependentes do Estado Com a vitória de Lula, o que...

Agrotóxicos: chega de desinformação

Agrotóxicos: chega de desinformação

Por Xico Graziano Há um fato: no Brasil se utilizam alguns agrotóxicos impedidos na União Europeia. O que comprovaria um absurdo. Só que, ao contrário,...