Mulheres Positivas lança premiação voltada para empreendedoras do Agro

Mulheres Positivas lança premiação voltada para empreendedoras do Agro

Com 10 categorias diferentes e participação popular, prêmio visa fortalecer a presença feminina no campo

O movimento Mulheres Positivas, composto por um ecossistema internacional de produtos e serviços focado no desenvolvimento pessoal e profissional de mulheres, anuncia o lançamento oficial do 1º Prêmio Mulheres Positivas do Agronegócio. A iniciativa, que conta com o Patrocínio Master da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agro (ABMRA), tem como objetivo, fortalecer a imagem e reconhecer as empreendedoras que atuam no setor que mais contribui para a economia brasileira.

Carol Gama, Fabi Saad e Sônia Bonato.

Fabiana Saad, considerada uma das 20 mulheres mais influentes do Brasil pela Forbes em 2022 e fundadora do projeto Mulheres Positivas, explica que a criação da premiação voltada ao Agro surgiu da relação de infância que ela possui com o campo, já que a sua mãe é fazendeira. “Fui criada na fazenda de café da minha mãe. Então, eu cresci em contato com a agricultura. Me sinto responsável e profundamente tocada em poder homenagear as mulheres que atuam no setor que alimenta nosso país e muitos outros”, diz.

A elaboração do Prêmio Mulheres Positivas do Agronegócio contou com a colaboração da zootecnista Carol Gama, que tem mais de 20 anos de experiência no Agro e possui especialização em marketing pela ESPM. Carol trabalhou para diversos segmentos, como estrutiocultura, ovinocultura e também para a mídia especializada. Ela foi show manager do Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio e atualmente é sócia fundadora da Gama Consultoria.

A agropecuarista Sônia Bonato, que atua há quase 28 anos na agricultura, é a embaixadora do prêmio. Ela é proprietária da Fazenda Palmeiras, em Ipameri (GO), onde cultiva soja, milho e sorgo. Ela participa de dois programas de certificação e sustentabilidade internacionais: o PRS-CERRADOS, do Reino Unido, e o SUSTENTAR, da Holanda. Sônia também é embaixadora do Congresso Nacional de Mulheres do Agronegócio, um evento que valoriza e reúne as mulheres que fazem parte do setor.

De acordo com a “8ª Pesquisa ABMRA. Hábitos do Produtor Rural”, a participação feminina aumenta ano após ano, enquanto 94% dos produtores reconhecem a importância da mulher no campo. Ricardo Nicodemos, presidente da ABMRA, que atuará como apoiadora na organização do prêmio e patrocinadora, explica que iniciativas como esta são muito importantes para o crescimento do setor. 

“Nas últimas décadas, as mulheres têm desempenhado um papel cada vez mais significativo para o Agro. No entanto, sabemos dos desafios de equidade que muitas ainda enfrentam. Por isso, nos orgulhamos de apoiar o movimento Mulheres Positivas, que valoriza a diversidade e estimula o respeito e inclusão de profissionais talentosas”, diz Nicodemos.

 A premiação, que terá participação integral do público e deverá ocorrer em junho de 2024, será dividida em duas etapas: indicação e votação. Na primeira, os usuários sugerem nomes para as 10 categorias presentes no prêmio. Já na segunda, as três mais indicadas na categoria anterior irão para votação popular para decidir as campeãs de cada categoria, que depois disputarão entre si através de um ranking geral. Ao final, as 10 campeãs ganharão um jantar especial, uma conversa com a Fabiana Saad e um prêmio importante para o setor do Agro.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é IMG_7480-1024x621.jpg
Evento de lançamento do 1º Prêmio Mulheres Positivas do Agronegócio.