Três grupos de estudantes da área de agrárias do sul e sudeste do Brasil pesquisaram com profundidade tecnologias de aplicação em pulverizadores e foram premiados pelos trabalhos desenvolvidos. Os resultados do 4º Prêmio Dow AgroSciences de Tecnologia da Aplicação foram divulgados no dia 15/09. O concurso procura incentivar a pesquisa na área e também promover troca de informações entre acadêmicos e a indústria.

Em primeiro lugar ficou o trabalho desenvolvido pela estudante Vinícius Martins e sua equipe, da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), sobre “Altura da barra de pulverização e deposição na cultura da soja”. O objetivo foi avaliar a influência de mudanças na altura da barra de pulverização na deposição da calda de aplicação na cultura da soja. Foram analisados três tratamentos compostos por diferentes alturas da barra de pulverização em relação à cultura da soja: 50-cm, 75-cm e 1,0m.

Fernando Kassis, da Agroefetiva, e equipe desenvolveu um estudo sobre a “Taxa de aplicação e caracterização de pulverizadores utilizados no Mato Grosso em 2016” e garantiu a segunda colocação no prêmio. O trabalho avaliou a taxa de aplicação, capacidade do volume do tanque, tamanho da barra e ano de fabricação de pulverizadores usados no estado de Mato Grosso no ano passado.

Já em terceiro lugar ficou o projeto 3º lugar “Espectro de gotas de caldas com Glyphosate, 2-4D e surfactantes em pontas de pulverização de jato plano com e sem indução de ar”, desenvolvido pelo estudante de Sorocaba (SP), Mateus Francisco Paes de Queiroz, da Universidade Estadual Paulista (UNESP), de Botucatu, e equipe.

Fonte: Globo Rural