Uma boa e uma má notícia. A informação negativa é que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2020 caiu 4,1%. A positiva é que a agropecuária cumpriu o seu papel e cresceu 2% – foi o único segmento que avançou no ano passado.

Indiscutivelmente, a pandemia impactou em cheio a economia global no ano passado. A queda do PIB já era esperada e os 4,1% foram até festejados pelo mercado, que esperava índice superior.

Num ano em que somente a produção agropecuária gerou renda positiva, o setor de serviços encolheu 4,5% e a indústria recuou 3,5%. Com esse desempenho, aliás, o Brasil perdeu a posição de 10ª maior economia do mundo e agora está na 12ª posição.

Soja (+7,1%) e café (+24,4%) foram os dois maiores destaques do campo no ano passado, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em números absolutos o PIB 2020 totalizou R$ 7,4 trilhões, dos quais R$ 439,8 bilhões vieram da agropecuária, R$ 1,3 tri da indústria e R$ 4,7 tri dos serviços.

Gráfico: Ag Resource