Setor desperta para necessidade de comunicar valor do campo

Boa imagem do agronegócio e produtor rural tem motivado empresas a explicitar laços com setor, tema será discutido no maior fórum de agronegócio do mundo

Possibilidades comunicacionais e de marketing ainda largamente inexploradas, aliadas à percepção positiva da população, têm motivado empresas a explicitar seus laços com o agronegócio, a fim de capitalizar com a boa imagem.  Bancos, indústria química, energia, máquinas e serviços legais tem se movimentado para inaugurar, com a boa fase do setor, uma nova imagem do agronegócio no País. De acordo com a Pesquisa Nacional do Agronegócio 2013, realizada pelo CCAS (Conselho Científico para Agricultura Sustentável), 81,3% da população brasileira acredita que o agronegócio é muito importante para a economia do país, e a profissão de agricultor é a 5ª mais valorizada dentre as avaliadas.

Daniel Baptistella, presidente da ABMR&A (Associação Brasileira de Marketing Rural & Agronegócio), conta que os esforços de comunicação do agronegócio ainda não são tão bem articulados quanto poderiam, mas que já existe certo alinhamento entre diferentes campanhas, e a renovação da imagem agrícola brasileira é tendência. “Passou a ser importante não só defender o setor, mas também explicar mais quem somos e o que fazemos para a sociedade”, comentou.

O executivo afirma que eventos e campanhas de grande magnitude geram percepção da importância e relevância do setor. “Quando até a imprensa não especializada vai até o evento, evidencia que esse é um assunto relevante”. Uma destas iniciativas é o Global Agribusiness Forum, evento que pretende discutir questões centrais para o setor, dentre as quais comunicação e problemas de imagem. Posicionando-se de forma democrática e moderna, por participar de um debate no qual palestrantes e plateia podem interagir com uso de tecnologia de ponta, empresas agro podem começar a mudar a forma com que o setor é percebido.

A antiga percepção da agricultura nacional como conservadora e retrógrada tem sido superada em grande parte devido ao sucesso econômico e das transformações sociais que o setor propicia, em um momento histórico no qual sua participação no PIB supera 30% e a geração de empregos e contribuição para o saldo da balança comercial proporciona ao País fortes elementos para sustentação de planos de reconstrução e recuperação da economia.

Apesar desta realidade, a boa imagem da agricultura ainda tem sido pouco divulgada à sociedade como um todo. De acordo com a ABMR&A (Associação Brasileira de Marketing Rural & Agronegócio), dos R$ 57 bilhões investidos em publicidade no país no primeiro semestre de 2013, somente R$ 94 milhões foram dedicados ao marketing da agropecuária, o ínfimo percentual de aproximadamente 0,2%.

De acordo com a senadora Katia Abreu, em palestra no maior evento de agronegócio do mundo, o Global Agribusiness Forum, a agricultura sempre deteve um problema de imagem por não se comunicar bem o suficiente. “É preciso que sejam desconstruídas as inverdades e as falácias que emperram o desenvolvimento da produção agrícola e prejudicam a imagem do setor”, afirmou na primeira edição do evento que reuniu produtores e indústria para debate sobre como alimentar o mundo no futuro. De acordo com ela, é preciso alinhar entidades e empresas para um discurso forte a favor da agricultura e do produtor.

Esta entrada foi publicada em ACONTECE ASSOCIADOS. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>